Joel Pinho, diretor desportivo do Arouca, fez a revelação em conferência de imprensa em Alvalade. Sporting diz que aconteceu o contrário. Polícia de intervenção esteve no local
Bruno de Carvalho foi acusado de ter tentado agredir o presidente do Arouca, em Alvalade, após a vitória do Sporting, por 3-0, na 10.ª jornada da I Liga.
Joel Pinho, diretor desportivo e filho do presidente do Arouca, acusou Bruno de Carvalho da tentativa de agressão a Carlos Pinho. “A instituição Sporting não merece uma pessoa do nível de Bruno de Carvalho”, disse o dirigente, considerando que não pode haver lugar para Bruno de Carvalho no futebol português.

Inicialmente, Joel Pinho chegou a afirmar que houve a existência de uma agressão, embora depois tenha referido a palavra “tentativa”, não se tendo mostrado disponível para responder a questões dos jornalistas.
Logo após Joel Pinho abandonar a sala de imprensa, foi a vez de Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, apresentar a sua versão.
“O que aconteceu foi que o presidente Bruno de Carvalho foi à casa de banho e, à saída, começou a ser insultado e foi alvo de uma tentativa de agressão por parte do presidente do Arouca”, disse Saraiva.

Certo é que a Polícia de Intervenção foi chamada ao local onde ocorreu a confusão e deverá ser aberto um inquérito para apurar os factos.


Bruno de Caravalho tentou agredir presidente do… por 1904s_slb