CARLOS PINHO: ‘SPORTING TAMBÉM DEVE DINHEIRO AO AROUCA’

Em entrevista ao SOL, o presidente do Arouca esclarece o teor das suas críticas a Octávio Machado após a derrota com o Sporting e alega que ainda não pagou o empréstimo de Fokobo porque os leões têm vindo a adiar um acerto de contas com o clube.

O que quis dizer quando afirmou sobre Octávio Machado que ‘ele veio para o Sporting para fazer isto’?

Ele veio para o Sporting para fazer aquilo que está a fazer. Ele pressiona os árbitros, ele vira-se para a bancada dos sócios do Arouca e faz o que faz [festejou de punhos cerrados o golo do triunfo leonino]. São coisas que não aconteciam até agora.

Quando fala em pressionar os árbitros, refere-se a uma pressão nos bastidores ou durante os jogos?

Só posso falar daquilo que vejo, nos bastidores não sei. Nos campos a gente vê que ele está sempre a pressionar os árbitros, do início ao fim. Mas sobre isso já falei o que tinha a falar e não quero mais polémicas.

A propósito da atuação do árbitro Cosme Machado, afirmou que ‘assim é fácil o Sporting ser campeão’. Considera que os erros de arbitragem que identifica resultaram da influência do Sporting?

Não sei se houve ou não influência, mas perante a pressão que o árbitro sofreu dos dirigentes do Sporting dá para pensar muita coisa. Mais uma vez refiro-me apenas ao que vi durante os 90 minutos de jogo. Se o árbitro não marca um penálti e as faltas são sempre assinaladas contra o Arouca…

Vários ex-árbitros, como Jorge Coroado, Pedro Henriques e Paulo Paraty, defendem que não houve penálti de Naldo sobre Adilson. Mantém a convicção de que era falta?

Já vi o lance 50 vezes. Se aquilo não é penálti, nunca mais vai haver um penálti. Não sei o que passou pela cabeça desses ex-árbitros. Os jornais e as televisões dizem todos que era penálti.

Condena a entrada em campo de Lito Vidigal para tentar retardar a reposição da bola em jogo?

Ele não devia ter entrado no campo, mas aconteceu no calor do jogo para tentar proteger o nosso jogador. Não foi com maldade. Agora, eu já ando há muitos anos no futebol e nunca tinha visto um jogador fazer isto a um treinador. Se fosse um jogador nosso a empurrar Jorge Jesus, não tenho dúvida de que o castigo não seria dois meses mas de dois anos.

Então parecem-lhes acertadas a suspensão preventiva de Naldo e a multa de 40 euros a Lito Vidigal.

Os 40 euros do Lito são normais. O Lito não fez mal a ninguém. Simplesmente entrou dentro de campo. Agora vir um jogador fazer o que fez ao Lito nunca vi.

Mas reconhece que Lito Vidigal pontapeou a bola para longe?

Reconheço, mas não justifica a reação do jogador do Sporting.

É verdade que o Arouca deve 50 mil euros ao Sporting pelo empréstimo de Fabrice Fokobo na época passada, como o jornal A Bola noticiou?

Não sei dizer o valor exato, mas existe uma dívida da nossa parte. Assumimos todas as nossas responsabilidades. Mas o Sporting também deve dinheiro ao Arouca do ano passado. Já há mais de dois meses que mandámos emails no sentido de se acertarem as contas e o Sporting nunca nos deu resposta. Agora é que aparecem estas notícias. Se for preciso tenho os emails para verem estou a dizer a verdade.

Qual o valor da dívida do Sporting ao Arouca e a que se refere?

Não sei se são 20, 25 ou 30 mil euros, mas diz respeito aos bilhetes que cedemos ao Sporting para o jogo da época passada e agora o desta em Arouca. Como tínhamos de pagar o empréstimo do Fokobo, não cobrámos os bilhetes que enviámos e ficámos de acertar contas mais tarde. Na semana anterior a este jogo, um dirigente do Sporting ligou-me por causa dos bilhetes e fui eu que falei nesse assunto, mas ele respondeu que o acerto de contas ficaria para outro dia.

Disse de Bruno Carvalho que era uma pessoa “sem palavra”. O presidente do Sporting prometeu o empréstimo de Iuri Medeiros ao Arouca por mais uma temporada?

A esse respeito mantenho o que disse, mas não quero dizer mais nada. Ele sabe o motivo que me levou a dizer isso.

Dois ex-jogadores do Arouca aproveitaram a sua declaração sobre Bruno Carvalho para reclamar dívidas da época passada. Existem?

Não sei quanto, mas sei que devo alguma coisa ao Balliu. O campeonato acabou em maio e recebeu tudo direitinho até essa data. Ficou combinado ele vir mais tarde receber o mês de junho e o cheque está no clube à espera que ele o venha levantar. Em relação ao Cassio, não existe dívida. Queria continuar no Arouca e deve ter ficado chateado por eu não ter aceitado.

Nas últimas duas épocas, o Arouca jogou com o Benfica no Estádio Municipal de Aveiro e com os outros grandes em Arouca. A nível financeiro, Sporting e FC Porto não justificam um estádio maior?

O jogo com o Benfica em Aveiro foi em Agosto e estavam cá os emigrantes. Toda a gente sabe que é um clube que leva muita gente e os 5 mil lugares do nosso estádio não chegavam. Com o FC Porto e o Sporting já não estavam cá os emigrantes e esses jogos nem sequer encheram o nosso estádio. Não se justificava ir para Aveiro porque nem dava para pagar os 40 mil euros do aluguer do campo.

No mais recente jogo com o Benfica, que o Arouca venceu por 1-0, o clube da Luz queixou-se de um penálti não assinalado. O Arouca foi beneficiado?

Não. Foi um jogo sem casos. O Benfica jogou mais mas nós tivemos a estrelinha.

Fonte: Semanário SOL