O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol anunciou esta terça-feira castigos a Luís Filipe Vieira e Bruno de Carvalho, por lesão da honra e da reputação.

O presidente do Benfica incorreu em infração nos artigos 112 e 136 do Regulamento Disciplinar, sendo punido com 23 dias de suspensão e uma coima de 1.020 euros. Recorde-se que Vieira classificou a arbitragem do Benfica-Rio Ave como “escandalosa”, em factos que remontam a 20 de dezembro de 2015 face à atuação do juiz Manuel Oliveira.

Já o líder verde e branco foi “condenado na prática de infração disciplinar pelos artigos 112, 136 e 168 do Regulamento Disciplinar, e castigado em 19 dias, por criticar a arbitragem de Luís Ferreira no jogo entre o Sporting e o Tondela em Alvalade. Bruno de Carvalho classificou o juiz como “um dos piores que já viu atuar em PortugaL.


A resposta de Júlio César ao Inácio. por 1904s_slb